Русский English 中国 Português 日本語 Indonesia

Teseu em Atenas

Em longas roupas jônicas, brilhando de beleza, caminhava Teseu pelas ruas de Atenas; cachos exuberantes caíram em seus ombros. O jovem herói em suas roupas compridas parecia mais uma garota do que um herói que havia realizado tantos grandes feitos. Teseu teve que passar pelo templo em construção Apollo, no qual os trabalhadores já estavam erguendo um telhado. Os trabalhadores viram o herói, o confundiram com uma garota e começaram a zombar dele. Rindo, os trabalhadores gritaram:

- Olha, tem uma garota vagando pela cidade sozinha, sem escolta! Veja como ela solta o cabelo para se exibir e com suas roupas compridas ela varre a poeira da rua.

Irritado com o ridículo dos trabalhadores, Teseu correu para o carro de bois, arreou os bois, agarrou o carro e jogou-o tão alto que voou sobre as cabeças dos trabalhadores que estavam no telhado do templo. Os trabalhadores que zombaram de Teseu ficaram horrorizados quando viram que não era uma menina, mas um jovem herói com uma força terrível. Eles esperavam que o herói os vingasse cruelmente por seu ridículo, mas Teseu calmamente continuou seu caminho.

Finalmente, Teseu chegou ao palácio Aegeyo. Ele não revelou imediatamente ao pai idoso quem ele era, mas disse que era um estrangeiro em busca de proteção. Egeu não reconheceu seu filho, mas a feiticeira Medea o reconheceu. Ela, tendo fugido de Corinto para Atenas, tornou-se esposa de Egeu. A astuta Medeia, tendo prometido a Egeu restaurar sua juventude por feitiçaria, governou na casa do rei de Atenas, e o próprio Egeu a obedeceu em tudo. A sedenta de poder Medea imediatamente percebeu o perigo que a ameaçava se Aegeus descobrisse quem era a bela estranha que ele recebeu em seu palácio. Para não perder o poder. Medeia planejava destruir o herói. Ela persuadiu Egeu a envenenar Teseu, assegurando ao velho rei que o jovem era um batedor enviado por inimigos. O decrépito e fraco Egeu, que temia que alguém o privasse do poder, concordou com essa atrocidade.

Durante a festa, Medeia colocou uma taça de vinho envenenado na frente de Teseu. Exatamente naquele momento, Teseu puxou sua espada por algum motivo. Egeu imediatamente reconheceu a espada que ele mesmo havia colocado sob a rocha em Troisena dezesseis anos antes. Ele olhou para os pés de Teseu e viu suas sandálias neles. Agora ele entendia quem era esse estranho. Virando uma taça de vinho envenenado, Egeu abraçou Teseu, seu filho. Medeia foi expulsa de Atenas e fugiu com seu filho Medon para a mídia.

Egeu anunciou solenemente a todo o povo ateniense a chegada de seu filho e contou sobre seus grandes feitos realizados durante a viagem de Troisena a Atenas. Os atenienses se alegraram junto com Egeu e saudaram seu futuro rei com grandes gritos.

O boato de que o filho de Egeu havia chegado a Atenas também chegou aos filhos de Pallantus, irmão de Egeu. Com a chegada de Teseu, sua esperança de governar Atenas após a morte de Egeu desmoronou - porque agora ele tinha um herdeiro legítimo. Severo Pallantides não queria perder o poder em Atenas. Eles decidiram tomar posse de Atenas pela força. Liderados por seu pai, todos os quinze Pallantides se moveram contra Atenas. Conhecendo o grande poder de Teseu, eles inventaram o seguinte truque: parte dos Pallantides se aproximou abertamente das muralhas de Atenas, parte já havia se refugiado em uma emboscada para atacar Egeu inesperadamente. Mas o mensageiro dos Pallantides, Leos, revelou o plano a Teseu. O jovem herói decidiu rapidamente como deveria agir; ele atacou os Pallantides escondidos em uma emboscada e matou todos eles; nem a força nem a coragem os salvaram. Quando os Pallantides, que estavam sob os muros de Atenas, souberam da morte de seus irmãos, foram tomados de tal medo que se transformaram em uma fuga vergonhosa. Agora Egeu poderia governar com segurança em Atenas sob a proteção de seu filho.

Тесей не остался жить бездеятельным в Афинах. Он решил освободить Аттику от дикого быка, который опустошал окрестности Марафона. Этого быка привел, по приказу Эврисфея, с Крита в Микены Геракл и выпустил там на волю. Бык убежал в Аттику и был с тех пор великим злом для всех земледельцев. Бесстрашно отправился Тесей на этот новый подвиг. В Марафоне он встретил старую женщину Гекалу. Она приняла героя, как гостя, и посоветовала ему принести перед новым подвигом жертву Зевсу-Спасителю, чтобы охранял его Зевс во время опасного боя с чудовищным быком. Тесей послушался совета Гекалы. Вскоре Тесей нашел быка: бросился бык на героя, но тот схватил его за рога. Рванулся бык, но не мог вырваться из могучих рук Тесея. Тесей пригнул к земле голову быка, связал его, укротил и повел в Афины. На обратном пути Тесей не застал в живых старую Гекалу; она уже умерла. Почтил Тесей умершую великими почестями за тот совет и гостеприимство, которое оказала ему еще так недавно Гекала. Приведя быка в Афины, Тесей принес его в жертву богу Аполлону.